Rede municipal de ensino recebe mesas educacionais que auxiliam na alfabetização dos alunos

Rede municipal de ensino recebe mesas educacionais que auxiliam na alfabetização dos alunos

Equipamentos foram entregues pela prefeita Cinthia Ribeiro a todas as unidades escolares da Capital, na tarde desta terça, 29

Com o objetivo de promover a inclusão digital e social de pessoas com deficiência, a Prefeitura de Palmas entregou para as 78 unidades escolares da rede municipal de ensino 110 mesas pedagógicas, integradas por hardware e software. A entrega oficial foi feita pela prefeita Cinthia Ribeiro, acompanhada da titular da Secretaria Municipal da Educação (Semed), Cleizenir dos Santos, na tarde desta terça-feira, 29, na Escola Municipal Francisca Brandão.

Durante o evento, a prefeita Cinthia Ribeiro ressaltou a importância dos equipamentos para a aprendizagem e inclusão social e digital dos alunos. “Nossa expectativa é que estas mesas contribuam para o desenvolvimento de nossas crianças. A crise causada pela pandemia nos fez pensar em uma educação ainda mais inclusiva e tecnológica. Aqui em Palmas, nós fazemos educação com qualidade e respeito”, destacou.

A secretária da Educação, Cleizenir dos Santos, destacou que todos os alunos da rede serão beneficiados com os equipamentos, mas o foco principal serão aqueles que possuem necessidades educacionais especiais. “Nosso foco este ano é a educação inclusiva e por isso estamos muito felizes em poder proporcionar aos nossos alunos mais este recurso tecnológico de auxílio ao aprendizado”, disse.

Para a professora Eliane Rodrigues Lopes, todo investimento em educação é bem-vindo, sobretudo quando se trata de inclusão da pessoa com deficiência. “Essas ferramentas certamente irão enriquecer nossa prática em sala de aula no sentido de tornar o conteúdo ainda mais acessível e interessante aos nossos alunos”, avaliou.

Mesas educacionais

As mesas pedagógicas são recursos que promovem a inclusão digital e social  de pessoas com deficiência, por meio de recursos de acessibilidade como blocos com Braille, lupa para alunos com baixa visão, animações em Libras, datilologia, sintetizador de voz, navegação pelo teclado, regulagem de altura para alunos cadeirantes, entre outros, possibilitando uma educação inclusiva.

Por: Redação Portal San Carlos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.